Essas clínicas de reabilitação possuem métodos bastante rigorosos. Talvez tenha sido esse o motivo que levou jovens chineses,viciados em Internet, a fazerem uma rebelião e fugirem da tal clínica. Ok, quando eu olhei a notícia pela primeira vez, eu ri. Mas, a coisa é um pouco mais séria.

Cerca de 14 jovens, entre 15 e 22 anos, foram presos pela polícia e mandados de volta para a instituição. Outros 13 jovens foram “devolvidos” pelos próprios pais. Antes de fugir, os rebelados prenderam seu instrutor em uma cama. A clínica de reabilitação fica na província de Jiangsu. Antes fosse apenas um centro de reabilitação. Além dos números de chineses viciados em internet somarem mais de 24 milhões, os métodos aplicados aos jovens são extremamente pesados: incluíam choque, treinamento militar, trabalho monótono e muitas vezes, agressões pelos próprios funcionários.

Uma notícia de 2009, afirma que cerca de 40% desses jovens viciados sofre de DDA (Distúrbio de Déficit de Atenção) e tem dificuldade para obedecer as ordens nas clínicas de reabilitação. Por isso, muitos sofrem maus tratos e humilhações pelos próprios empregados. Inclusive, muitos reclamam que as clínicas chinesas (a maioria, não todas) não estão preparadas para tratarem os viciados.

Link: Rebelião toma conta de acampamento para viciados em internet na China (AFP)