O mineiro Rubens Donizete e a mato-grossense Janildes Fernandes foram os grandes vencedores da 7ª Edição do 70Km de Brasília de MTB, que aconteceu neste domingo (02/05) em Brazlândia/DF. A competição famosa em tradição no centro oeste teve mais de 550 atletas inscritos e a maior premiação do Brasil no MTB – Foram R$30.000,00!!!


Na elite masculina, a prova foi marcada pela intensa disputa entre os competidores até a subida do Mirante. Rubens Donizete, Josemberg Montoya, Edivando de Souza Cruz, Ricardo Pscheidt e Odair José brigaram lado a lado durante todo o tempo. Daí pra frente Rubens Donizete começou a abrir vantagem do pelotão durante os 5km da dura subida.

“Foi muito duro a prova no início. O pelotão estava bem compacto. Vários atletas estavam se estudando. Os únicos que estavam sem equipe ali era eu e o Pscheidt. Então resolvi atacar na chegada da montanha e consegui uma boa vantagem até a meta de montanha. Resolvi administrar, porque sabia que ainda teria pela frente uma parte muito técnica e perigosa a 20km do final e que teria que chegar muito bem lá. Ao chegar na parte técnica, imprimi ritmo forte e consegui zerar o percurso sem colocar o pé no chão”, declarou o ciclista que foi o campeão da edição de 2009.

A partir daí, caros colegas do pedal, Rubinho foi pro abraço. A distância aberta pelo atleta foi muito grande, o que permitiu Rubinho administrar e cruzar a linha de chegada com tranqüilidade apesar da excelente investida e recuperação dos principais concorrentes nos últimos quilômetros. Destaque bem merecido deve ser dado aos atletas sub-23 Frederico Mariano, Miguel Wutkowsky (Goianinho) e José Douglas (Arara), e ao Máster C Abraão Azevedo que acompanharam o pelotão da elite até o final da corrida.

Rubens Donizete revela que reconhecimento do single track foi fundamental pra vitória. “Na quinta-feira fiz duas vezes o single track porque sabia muito bem que um tombo poderia me tirar da prova, e realmente valeu a pena”

Além da meta de montanha, Rubinho também faturou com a vitória o prêmio de bicampeão. “Estou muito feliz com o bicampeonato e quero estar presente de novo no ano que vem.” Rubinho voltou pra casa com aproximadamente R$6.460,00 em premiação. Foram R$1.000,00 em dinheiro pelo bicampeonato, um quadro vicini vantage (R$ 960,00) pela meta de montanha, e R$3.000,00 em dinheiro mais um quadro astro (R$ 1.500,00) pelo primeiro lugar na elite.

Fonte: http://www.sportime.cjb.net/ e http://torceocabo.blogspot.com/
Foto: Simone Alves